terça-feira, 31 de outubro de 2017

Crônica sem título - Por Hany Montenegro




Entrei em uma casa em que um curandeiro começou a me falar sobre pessoas arrogantes. Sentei em uma almofada no chão para ouvir os ensinamentos do sábio, ao fundo dava para ouvir uma música suave com barulhos de passarinho. Quando o senhor me disse que a única coisa verdadeira que o dinheiro compra é a falsidade. Os versos a seguir também são dele.
Podem comprar cargos, garantir comissões e conseguir promoções, mas não sabem imprimir outra mensagem que não seja ‘fulano tem mais’.Só vejo um bando de orgulhosos julgando todo mundo apenas pelo quanto ganha. Tenho mais nojo dessas pessoas do que de banheiro de casa de praia. Colocam muitas ‘medalhas’ em seus peitos, até que elas começam a pesar, e só direcionam a cabeça para o chão.
Que parem de ser tão hipócritas a ponto de criticar só o que lhes convém, geralmente com o intuito de ganhar vantagem. E lembrem que status não é bom nem no Whatsapp. Estas pessoas pensam que o sol é um grande ‘flash’ de câmera apontado para vossos rostos, onde o resto do mundo é apenas um cenário e as outras pessoas são figurantes compondo a cena.
Tudo isso tem a ver com inveja e orgulho, os orgulhosos são ‘cegos que veem’, pois só enxergam o que não existe. Status é apenas uma condecoração para derrotados, onde sobem em um pódio para comemorar suas próprias ignorâncias. São hipócritas o suficiente para apontar o dedo e chamar os outros pelo que eles mesmos são, é como se escrevessem um diário, mas assinassem com outro nome.

Depois de me dizer isso tudo, o mestre curandeiro falou que ele também não existe, tudo o que eu ouvi partiu da minha própria consciência, e o que você leitor acompanhou também está dentro de ti mesmo.Status e dinheiro duram menos tempo que tomar um Yakult.Carro, casa, roupa importada, tudo isso é legal e divertido, mas não existe apenas estas coisas no mundo. Incrível como produtos originais têm a tendência de atrair pessoas falsas.
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :