quarta-feira, 29 de abril de 2020

Canavieiras: Mulher rompe barreira sanitária "no grito" e entra na cidade

Foto: Internet


Um episódio lamentável ocorreu hoje em Canavieiras e gerou bastante discussão nas redes sociais. Uma mulher que aparece em dois vídeos postados no Facebook, alega que foi impedida de entrar no município, mesmo, segundo ela, sendo moradora da cidade.O impedimento se deu por conta do decreto municipal Nº 084/2020, publicado nesta terça (28/04) pela prefeitura de Canavieiras.
O decreto, dentre outros assuntos, restringe ainda mais a saída e entrada de pessoas no município, permitindo somente o acesso de moradores e em casos específicos.
No vídeo, a mulher se mostra visivelmente irritada com a situação e se dirige aos funcionários de forma áspera. Ainda de acordo com a postagem feita pela autora dos vídeos, ela estava na companhia de um senhor que estava vindo do estado do Espírito Santo, tendo rodado cerca de 600 km passando, portanto, por vários municípios com altos índices de infecção por coronavírus. Ainda segundo a própria mulher, ao ser informada pelos profissionais de que não poderia seguir viagem, ela desafiou a autoridade policial, alegando que poderia entrar e sair da cidade na hora que bem entendesse, numa demonstração clara de autoritarismo.
Rapidamente a publicação viralizou na internet e tomou domínio público, gerando discussões sobre a validade ou não do decreto municipal, inclusive questionando a autoridade dos profissionais envolvidos na barreira sanitária. Vale lembrar que, desacatar um funcionário público no exercício da função ou em razão dela, prevê detenção de dois meses a dois anos ou multa, já que é crime previsto no art. 331 do Código Penal Brasileiro. A informação que a mesma mulher forneceu em sua publicação e que está registrada em vídeo, é que ela seguiu a pé e conseguiu entrar na cidade literalmente "no grito".
lembramos que, em seu perfil em uma rede social, consta que na verdade, a mulher é moradora de Belmonte, cidade com casos confirmados de COVID-19, desmentindo a informação que ela mesma forneceu aos profissionais.
Nossa reportagem conversou com a Secretária de Saúde de Canavieiras, Poliana Goiabeira, que afirmou que a barreira sanitária tem sido um instrumento de fundamental importância para a contenção da proliferação do coronavírus no município.
Ainda de acordo com a secretária, todos os casos que testaram positivo, possuem corelação com primeiro caso notificado no município e que as ações tem sido eficazes para conter o avanço do coronavírus em Canavieiras. Poliana lembrou ainda que os profissionais que atuam na barreira sanitária estão cumprindo um decreto municipal devendo, portanto, serem respeitados.
A editoria do Sul Bahia Notícias entrou em contato também com o chefe da Guarda Municipal de Canavieiras, Thales Pedreira, que informou que nessas situações não é empregado o uso da força na tentativa de conter a pessoa. Thales Pedreira nos informou ainda que um relatório será encaminhado à delegacia de polícia, solicitando a abertura de um boletim de ocorrência por desacato, crime previsto no art. 331 do código penal, como citado anteriormente.

Anderson Souza - Jornalista
MTE 5584/BA
Postagem Anterior
Próxima Postagem

0 comentários :